Master Class e Recital – James Hall

A ABRAF, com apoio da Escola Municipal de Música de São Paulo e da Burkart Flutes, tem o prazer em anunciar sua primeira atividade em 2019

Dia 16 de março, sábado, o flautista e professor James Hall fará uma master class e um recital com a pianista Miriam Braga na Sala do Conservatório da Escola Municipal de Música de São Paulo, localizada na Praça das Artes, em São Paulo.

Os participantes do Master class poderão experimentar as novas flautas e piccolos Resona, fabricados pela Burkart Flutes, patrocinadores da vinda de James Hall ao Brasil.

James Hall já bastante conhecido dos associados ABRAF pelas suas fantásticas participações nos festivais de Vitória em 2015 e em São Paulo, em 2017, tem desfrutado de uma carreira variada e impressionante como um solista internacional, câmara, músico de orquestra e professor.

Um artista versátil e envolvente, The Kansas City Star chamou de “vermelho-quente” e o Denver Musical Weekly chamou o seu desempenho “… o melhor desempenho de flauta que eu testemunhei em minha vida.”

Aparições internacionais recentes incluem um concerto com a Sinfónica Nacional do Paraguai, bem como uma turnê na África do Sul.

Como vencedor da Artists International, deu o seu recital de estreia no New York Weill Recital Hall em 2004.

Hall é fundador, flautista e diretor artístico da Chamber Music Society de Kansas City, que teve sua temporada de estreia com aclamação da crítica em 2003.

Hall também estreou obras de compositores americanos notáveis, incluindo O concerto flauta de Hubert Bird, em 2005, foi primeira flauta na Topeka Symphony, Missouri Symphony, St. Joseph Symphony, Greeley Philharmonic, Boulder Philharmonic, e Boulder Bach Festival.
Atualmente o professor de flauta na Universidade de Northern Colorado. Hall tem doutorado pela Universidade de Missouri-Kansas City e seus principais professores incluem Rae Terpenning, Mary Posses, e Carol Wincenc.

James Hall é um artista da Burkart Flutes

DETALHES
DATA: Dia 16 de março
Masterclass às 10:30h
Recital às 14hs

Local: Praça das Artes
Avenida Ṣo Jọo, 281, Ṣo Paulo, SP РCentro,
entre as estações de metrô Anhangabaú e São Bento – com acesso também pela rua Conselheiro Crispiniano, 354 (atrás do Theatro Municipal de São Paulo.)

INSCRIÇÕES: CLIQUE AQUI

PROGRAMA DO RECITAL

Georges Enesco: Cantabile et Presto pour flute et piano
Sigfried Karg-Elert: Sonata Apassionata para flauta solo
J.S. Bach: Chaconne from Partita No. 2 in D Minor, BWV 1004 para flauta solo

Valerie Coleman: Danza de la Mariposa para flauta solo
Timothy Hagen: Blowout para flauta solo
Francis Poulenc: Sonata pour flute et piano

Piano: Miriam Braga

Miriam Braga – piano

Mestre em Música pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) Seus mestres foram Heitor Alimonda, Lina Pires de Campos, Amaral Vieira, Homero Magalhães, Richard Markson, Arnaldo Cohen, Bernard Flavigny (na França)

Nos últimos anos iniciou uma série de Cds dedicados à Música latino americana, citando: Meridian Records (Inglaterra),  onde gravou a obra integral de Villa-Lobos para violoncelo e piano com Tânia Lisboa, em três volumes, com a obra completa para violoncelo e piano e a integral dos trios para piano e cordas, lançados com grande sucesso de crítica e público no Wigmore Hall em Londres e o CD “Brasileiras” (música brasileira para piano a quatro mãos) integrando  o Duo Fortepiano com Sara Cohen pela UFRJ.  Gravou como solista no disco Bach 300 Anos e no Cd com a obra de Radamés Gnatalli, interpretando a Brasiliana nº 11., sob a regência de Alceo Bochino. Gravou também CDs  das Sinfonias I e IV do compositor paraguaio Florentin Gimenez para piano e orquestra sob a regência do autor. Recentemente foi premiada no Proac e realizou a gravação do CD Miniaturas, Serestas e outras Imagens do Brasil  com o Duo Heimann Braga e do CD Tuba Brasilis, o primeiro CD dedicado à obra para tuba e piano do Brasil.

Seus concertos internacionais incluem América Latina, Estados Unidos e Europa, tendo se apresentado no Festival Cervantino no México, Festival Internacional de Buenos Aires na Argentina, além de atuações frequentes como pianista dos Encontros Internacionais de Flautistas realizados no Camping Musical em Bariloche Argentina. Integrou a equipe de diversos festivais como RICE (por 15 anos) Festival Internacional de Gramado assim como, concertos no Paraguay, Peru, Costa Rica, Colombia, Uruguai.

No Conservatório de Tatuí foi Coordenadora da Área de Música de Câmara durante 10 anos, dirigiu o Grupo de Performance do Conservatório de Tatuí por mais de 20 anos, integrou a Equipe de Pianistas Correpetidores. Atualmente é docente da Área de Piano e Música de Câmara.

A partir de 2018 passou a ministrar oficinas como Pianista Correpetidora da Escola Municipal de Música de São Paulo. Atua como Clinician/ pianista da Fundação Sopro Novo Yamaha.