Fim da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo

Nota de Repúdio

Hoje, dia 9 de fevereiro de 2017, a Banda Sinfônica do Estado de São Paulo foi silenciada.
São 27 anos de atividades em prol da música brasileira que  foram jogados no lixo.
São 65 músicos desempregados, dentre eles 8 flautistas, nossos queridos amigos.

A alegação é a mesma dos últimos anos, contenção de verba e ajustes de prioridades!
Quando se acaba com corpos culturais estáveis, seja ele de qual atividade for, música, dança ou teatro, se está negando à população um direito simples e imprescindível, cultura.

A Banda Sinfônica do Estado de São Paulo era um bem não só de São Paulo mas também do Brasil.
Se o maior estado do Brasil e um dos maiores de toda América Latina, São Paulo, não pode ter uma Banda Sinfônica em seus quadros musicais, há algo de errado com esse estado.

A Associação Brasileira de Flautistas( ABRAF) se solidariza com todos os músicos da Banda Sinfônica de São Paulo e  em especial como os nossos 8 amigos flautistas!

José Ananias Souza Lopes

6 ideias sobre “Fim da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo

  1. Ótimas palavras, Ananias. A capital do Brasil está sem o seu Teatro Nacional, o estado de São Paulo perde sua Banda Sinfônica, diversas orquestras fechando, festivais de música importantes como o de Curitiba sendo cancelados. É muito triste e avassalador o que está acontecendo com a nossa cultura. Que momento…

  2. E enqto isso, a corrupção grassa.
    Sim, pq não é falta de grana. Grana tem e MUITA.
    Só q os ladrões q foram eleitos querem tudo pra si, pras suas campanhas para a presidência, Enqto alegam q a saúde não tem grama como desculpa para nos privar – a nós, q pagamos impostos- de bens aos quais temos direito pleno, sendo a cultura um deles.

  3. Vendo de longe uma barbaridade destas e lembrando de em quantos festivais e contrei os musicos da banda sinfônica trabalhando em favor da musica e ver isto acontecer me faz sentir vergonha de dizer que sou brasileiro, isto porque além de um governo corrupto e que trabalha para remover toda a forma de cultura ao povo brasileiro, ainda sentimos o silêncio e o vazio que existe quando ecoa a voz de uma entidade como a ABRAF, nosso maior problema não são os políticos, mas a nossa falta de competência em nos juntar como povo e impedir que coisas como estas aconteçam.
    Me dói a alma Ananias e Serginho.

  4. Pingback: computer-arts.info

  5. estou fazendo um projeto com esse tema legislação de bibliotecas públicas .gostaria de saber se vocês podem mandar para o meu email mais assuntos sobre esse tema .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *